COMO O AMOR BENEFICIA, DE ACORDO COM A CIÊNCIA

ALÉM DE GERAR PRAZER, "FAZER O AMOR" PODE BENEFICIAR-NOS DE DIFERENTES MANEIRAS.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Ter uma vida sexualmente ativa é uma das atividades mais agradáveis que o ser humano pode realizar, mas muitos desconhecem os benefícios que isso traz para a saúde.

Segundo o psicólogo Juan Armando Corbin em o seu artigo para psicologiaymente.com, há 13 razões mais pelas quais devemos ter sexo:

 

Melhora o sistema imunológico

Altos níveis do hormônio DHEA, conhecido como um produto químico anti-envelhecimento que o corpo produz, parece ser a chave para ser e permanecer saudável. Durante o sexo, o corpo produz grandes quantidades de DHEA, portanto, o nível dessa substância química no sangue aumenta em até 5 vezes sua quantidade normal.

Melhora o humor

Ter sexo ativo é conhecido como a área ou região cerebral do reforço, o sexo aumenta os níveis de serotonina ou endorfinas entre outros neurotransmissores e, consequentemente, nos faz sentir mais ativos e animados.

Rejuvenesce

Isso é o que mostrou um estudo do Dr. David Weeks, psicólogo clínico do Royal Edinburgh Hospital. Seus resultados foram apresentados em uma conferência de psicologia e mostraram que as pessoas que têm uma vida sexual ativa parecem 5 a 7 anos mais jovens. No entanto, o pesquisador desse estudo, que durou dez anos, afirmou que o que importa não é a quantidade de sexo, sim  não a qualidade.

Melhora a fertilidade

De acordo com estudos, a qualidade do esperma é melhor quando o último encontro sexual foi há menos de 2 dias. Portanto, longos períodos de tempo sem contato físico e sem ejaculação, causam a deterioração da qualidade do sêmen.

 Luta contra o resfriado e a gripe

Fazer o amor pode ser o melhor remédio para combater a gripe e o resfriado, já que ter encontros sexuais uma ou duas vezes por semana aumenta, em até 30%, os níveis de um anticorpo chamado Imunoglobulina A (IgA), que atua como protetor contra resfriados e gripes.

Prolonga a vida

Não só a prática sexual frequente é agradável, também o ajuda a viver mais. É o que pensa um grupo de pesquisadores australianos, que descobriu que aquelas pessoas que faziam sexo pelo menos três vezes por semana tinham até 50% menos chances de morrer de alguma doença.

Melhora a sua condição física

O sexo é um dos melhores esportes. 30 minutos de ação sexual queimam até 100 calorias. Não só isso, mas as diferentes posturas que você pode realizar ajudam a trabalhar os diferentes músculos do corpo.

Reduz o dor

Fazer o sexo reduz a dor graças à liberação de endorfinas, chamadas opioides naturais, porque são produzidas pelo próprio corpo. Pesquisas mostram que os dores musculares e cervicais melhoram com o sexo, e as mulheres também sentem menos dores menstruais quando fazem sexo.

Melhora a saúde cardiovascular

Como se fosse um esporte, praticar sexo é saúde e melhora a capacidade cardiovascular das pessoas. Um grupo de cientistas que publicou seu estudo na revista Epidemiology and Community Health afirma que fazer sexo uma ou duas vezes por semana reduz o risco de ataque cardíaco pela metade, em comparação com aqueles que só fazem sexo uma vez por mês.

Aumenta o autoestima

Ter encontros sexuais faz sentir-nos muito melhor consigo mesmo e é essencial para nós sentirmos que os outros valorizam e apreciam. Segundo a Universidade do Texas (EUA), as pessoas que fazem mais sexo têm melhor autoestima.

Melhora a pele

Segundo pesquisas do Royal Edinburgh Hospital, o sexo tem um efeito positivo no processo de renovação da pele, assim como o trabalho aeróbio. Os pesquisadores descobriram que o sexo vigoroso faz com que o corpo bombeie níveis mais elevados de oxigênio ao redor do corpo, aumentando o fluxo de sangue e nutrientes para a pele. Por sua vez, favorece o desenvolvimento de novas células na região da pele, fazendo com que pareça mais saudável.

Reduz o estresse

Um dos benefícios físicos e psicológicos da prática sexual é que ela reduz o estresse. Esse efeito benéfico de ter sexo é o que uma publicação na revista Psychology fala.

O artigo explica que os resultados da pesquisa mostram que as pessoas que fizeram sexo nas últimas 24 horas sofreram menos estresse do que as que não fizeram sexo. A chave parece ser que tocar e acariciar durante e depois do sexo reduz os níveis de cortisol do corpo, o hormônio que o corpo secreta em situações estressantes.

Ajuda dormir melhor

O sexo ajuda dormir melhor porque pode deixar-nos mais cansados após a atividade sexual e também estimula a produção de melatonina. As funções desse neuroquímico são variadas, mas uma das mais conhecidas é que contribui para induzir o sono profundo.

LEMBRE-SE, MANTER O SEU CORPO SEMPRE SAUDAVEL...